Back

Março 26, 2009 at 3:27 pm (Uncategorized)

Acabou a Aventura. Já estou em Portugal. A viagem a Africa foi incrivel, a melhor que já fiz até hoje. Espero poder colocar alguns posts a contar alguns episódios.
Entretanto, podem ver uma selecção das melhores fotos que tirei em Africa (Kenya, Tanzania, Zambia, Botswana, Namibia, South Africa) em

http://picasaweb.google.pt/noyoudont

Coloquei também fotos da minha recente ida a Londres e New York (Semana passada).

O picassa redimensiona as fotos quando as estão a ver individualmente, o que piora imenso a qualidade da foto. As que gostarem, façam download, que vêm a foto em full screen com muito melhor qualidade. Se quiserem os originais (com o dobro ou triplo do tamanho das que estão no Picassa, que no upload são reduzidas a 1600 pixels), comentem aqui e digam que fotos são e o e-mail que eu envio.

Espero que gostem! Obrigado a todos pelos comentários🙂

http://picasaweb.google.pt/noyoudont

Permalink 1 Comentário

In Lusaka…

Fevereiro 19, 2009 at 1:51 pm (Uncategorized)

Hi people, just a quick update since the last one. Ive already taken the 48 hour train from Dar es Salaam to Kapiri Moshi in Zambia. Great trip, lots of fun, cultural experience and new friends. Just arrived in Lusaka, looks like a very relaxed and calm city, though a couple of guys tried to put their hands on my pocket in a crowd, no luck for them though. I think I will chill out here for one or two days, go somewhere at night, before heading to livingstone for the victoria falls.

Again, sorry, I have not been able to copy photos to the computer, I guess I will only be able to  show you the pictures and videos when I get back to Portugal.

Thanks for reading people.

Permalink 2 comentários

Fevereiro 13, 2009 at 5:29 pm (Uncategorized)

Viva malta, infelizmente a net em Africa e uma merda. e os pcs piores.
tou a tentar passar fotos para o pc para actualizar o blog, mas ta tao
lento k acho que so vou fazer isto qnd voltar a dar es salaam na
terca.feira (maior cidade da tanzania).

Esta tudo bem, ainda tenho a maquina, n apanhei nenhuma diarreia nem
ebola nem outra coisa menor. Ainda nem fui mordido por nenhum mosquito. Mas ja vi insectos bem nojentos. As adversidades do dia a dia e volta e
meia apanhar 1 casa em que tenho de cagar a cacador num cubiculo
escuro e cheio de moscas e cheiro nojento ou tomar banho ao ar livre
com baldes de agua fria. Mas foi so em 2 sitios, de resto tem sido
minimamente aceitavel.

Neste momento estou em zanzibar, uma ilha da tanzania, tou ca ha 3
dias e fico mais 3. Acho que considero estas praias as melhores em que
ja estive. Areia branca e agua azul turquesa e quente e palmeiras e
algo que ha em mts sitios, mas ca tem um apelo especial pk nao sao
praias privadas de resorts, mas sim praias com imensos barquinhos de
pescadores que trabalham qnd a mare ta vaga, mts criancas locais a
brincar na agua, enfim, estou a adorar. O sol aqui perto do equador e
tao forte que ja quase me faco passar por eles, de moreno que estou. Estamos numa guesthouse na praia, gerida por rastafaris, tamos a pagar nem 10 euros por noite, e espectacular.

Ate agora um dos highlights da viagem foi a ngorongoro crater. E
dificil descrever aquele local, senti me numa doma parada no tempo,
como se tivesse entrado numa maquina do tempo e viajado milhoes de
anos para tras e estivesse a espera que a qualquer momento aparecesse
um dinossauro. Nao tenho dificuldade em concordar que foi aqui que vi
as paisagens e vistas mais incriveis da minha vida. E vi la uma leoa a
cacar um gnu ao meu lado, arrepiante. procurem imagens de ngorongoro
crater, o serengetti tb e fantastico mas a cratera e inacreditavel.

A vista para o kilimanjaro tambem e mt bonita, gostava de o subir um dia.
Desde que ca cheguei, praticamente so tive na tanzania. Na viagem pra ca, tive uma escala de 6 horas no cairo, que pensei que seriam uma seca, mas estranhamente a air egypt ofereceu-nos uma tour as piramides e ao centro do cairo e jantar, tudo de graca, por isso acabou por ser bastante positivo.
Chegamos a nairobi as 4 da manha, a nossa couchsurfer, merceline mandou um tipo buscar nos ao aeroporto, que no final nos pediu 20 dolares pela “boleia”… Chegamos a casa dela, ela perguntou se queriamos tomar o pequeno almoco, eu disse que sim, e ela pediu 20 dolares para comprar as cenas. Tomamos cha e pankekas. Se voces souberem o que as coisas custam ca, apercebem.se que algo esta mt errado. Depois levou nos la com o amigo novamente a estacao de matatus (aquelas carrinhas com 14 pessoas, algumas em pe, ate n caber mm mais ninguem), e qnd la chegamos, disse que nos comprava tb as redes mosquiteiras. 60 dolares cada uma. Ah, e mais 50 dolares pela pequena boleia de 5minutos ate a estacao. Dissemos que n tinhamos dinheiro e k davamos qnd voltassemos…

Tivemos em nakuru nesse dia, que foi giro mas no que toca a flamingos foi um fiasco! em vez de milhoes, tinhamos prai uns 100. Uma miseria, acho que migraram ou o raio. mas tivemos rinocerontes a 1 metro do carro, o que foi giro… De qualquer das formas, em nakuru, reparamos que as redes custavam 5 dolares cada. Sem saber exactamente as intencoes da merceline, e sem querer pagar os 170 dolares que lhe deviamos, decidimos fugir. Como tinhamos os nossos backpacks em casa dela, tivemos que ir la voltar. Chegamos a noite a nairobi e fomos ate casa dela num autocarro discoteca, com televisao, musica e pessoas a dancar e beber, nc vi nada assim, depois faco upload do video.

Deixem-me contextualizar. Nairobi e conhecida como Nairrobery pelos assaltos. A merceline n vive no centro, vive numa favela nos suburbios apenas com estradas em terra. A merceline fica acordada ate as 3 da manha a ver tv. a irma acorda as 5 para ir n sei pra onde. Tinhamos um outro convidado a dormir no nosso quarto. Tinhamos um masai mara, super sinistro, vestido de preto, a fazer de watchmen a porta da casa. Arranjamos forma de deixar os backpacks na sala, e com montes de conversas a delinear o plano, conseguimos fugir de casa dela, as 4 da manha. Apanhamos o autocarro para o centro. Toda a gente no autocarro olhava para nos, tipo, brancos, as quatro da manha, numa favela de nairobi. Mas que caralho. Estavamos bastante assustados, ate pk a meio da viagem, um grupo de gajos comecou a correr atras do autocarro, a dar murros, o motorista tentou fugir, deixou o autocarro ir abaixo, mas conseguiu fugir. E la nos safamos, fomos para um hotel de 5 estrelas fazer de conta que la estavamos alojados, comemos pequeno almoco a rico. Como somos brancos, ninguem faz perguntas.

A viagem tem tido milhares de aventuras que nao posso contar todas agora, mas vou tentar descrever cada dia no blog, com fotos e videos, qnd tiver oportunidade.

Uma pequena loucura: de moshi para Dar es Salaam, fomos a boleia de um camiao, que tinha dois lugares, onde estavam 4 pretos, mais nos, que ficamos na parte onde o motorista dorme, uma viagem de 10 horas durante a noite, em que ninguem falava ingles, em que paravamos em aldeias paradas no tempo, em que nao havia electricidade e as pessoas viviam em cabanas redondas feitas de palha, barro e estrume da vaca como aparecia nos livros de historia, tivemos de pagar 5 dolares de suborno a um policia, pk e proibido os turistas viajarem de noite, muito menos num camiao. Mas correu tudo bem..

Vou tentar dar noticias. Abracos e Beijinhos

Permalink 1 Comentário

Report 2 – Planning

Janeiro 30, 2009 at 6:24 am (Uncategorized)

As requested, I will give you a quick overview of the trip preparation:

Couchsurfing:
It was incredibly easy to find people willing to host me (the worse was selecting just one) in every capital. In small towns, like Nakuru in Kenya, Arusha and Moshi in Tanzania, Livingstone in Zambia and Maun in Botswana, there were just one or two registered couchsurfers. Fortunately, we were lucky and everyone of them can host us. One or two did not confirm but they should be available. And if they aren’t, we have cheap hostels as plan B.

Logistics:

This was the hard part of the planning… Quickly, it can be summarized as:

Matatu from Nairobi to Nakuru (Matatu’s are typical vans/small buses, the ones you usually see in the pictures with people on the roof).

Bus from Nairobi to Arusha and from Arusha (Tanzania) to Dar Es Salaam (Tanzania Capital)

National train from Dar es Salaam to Lusaka – This is the funny one. Since it’s the raining season in Zambia in February, usually some roads are flooded and there is no bus service. The only land option is taking this train, which takes about 40 hours to get there, has to stop several times during the journey to repair the brakes (!) and has no food or drinks inside. Besides, when it crosses the border, immigration staff burst into the 6-bed cabins, to ask for the passport. It seems like they only accept Zambian currency to pay for the Visa so We have to change money in the station, before departure, with local people at not very favorable rates. But that’s life. And it sounds really exciting🙂

From Lusaka to Livingstone and from Livingstone to Maun in Botswana, we are using public transports, mainly buses.

From Maun to Windhoek, unless we can find any other thing, the only option is to hire a private company that charges almost 100 euros per person for the trip!

In Namibia, we will rent a car, so there will be no problem🙂

As for the complete itinerary and schedule, we have some ideas but we know things will change a lot so it’s not worth to post it. Just stay tuned for the updates🙂

Cya =)

Permalink 2 comentários

Janeiro 29, 2009 at 3:14 pm (Uncategorized)

Hi,

This is the first of a series of reports I intend to write during my trip to Africa. They will be written in English due to the existence of non-portuguese people in the readers.

Tomorrow, I will leave to Lisbon, since my first flight is very early in the morning of Saturday. Egypt Airways will take me from Lisbon to Nairobi in Kenya, making a transfer of 7 hours in Cairo. I didn’t renew my Egyptian Visa so I can’t even leave the airport. Boring time ahead. That will be the beginning of this journey, from the Indian Ocean coast of Kenya to the Atlantic coast of Namibia. According to Google Earth (see print screen in attachment) if I would go in a direct line between the main cities I am going to visit, it would count for about 7000 kilometers. But we all know that direct lines don’t exist in Europe, Rest alone in Africa, and of course, the itinerary may change at any time.

Our itinerary will let us go through Lake Nakuru (remember Out of Africa movie and the 1 million pink flamingos? it’s here) in Kenya, Serengetti and Ngorongoro Crater Safaris (best concentration of Wild Life in Africa), the Kilimanjaro (Tallest free-standing mountain in the world) and the paradisiac beaches of the Zambizar Island in Tanzania, the Victoria Falls (Biggest Waterfalls of the world) in Zambia, the Okavango Delta (considered one of the most beautiful places in the world) in Botswana, the Skeleton Coast (feared by the sailors in the discoveries age), cape cross (with a colony of thousands of seals and horrible smell), sossuvlei desert (oldest desert in the world and with the biggest dunes) and FishRiver Canyon (Biggest Canyon in the world after the Grand Canyon in the United States).

I will be staying with couch surfers every night, except while in safari or in the Okavango Delta, since I will be camping by that time. Hope the lions can’t find our tent🙂 During the preparation of this trip, besides all the logistic of moving from place to place, finding somewhere to stay, know what to see and do, etc, I have taken a bunch of vaccines and medicines: Hepatitis A, Typhoid, Cholera, Yellow Fever and pills for Malaria Profilaxy. The latter is a bit aggressive and I’ve been noting minor side effects.

I’m sending pictures of some of my expectations of Africa. Let’s hope the trip lives up for the expectations.
And that’s it for my first report. Stay tuned for updates!
Cheers, Regards and Kisses for everyone, will miss you all.
Joao Oliveira

P.S. Take well care of the cold, as of Saturday I will only be expecting temperatures of over 30 degrees🙂

Permalink 3 comentários

Fotos!

Abril 17, 2008 at 9:29 pm (Uncategorized)

Peço imensa desculpa por só agora escrever. Mas desde que voltei tenho trabalhado imenso e ter a motivação para pegar em 1700 fotos, fazer uma selecção das melhores de cada local, arranja-las e edita-las e uploadar para a net. Enfim, só fiz isso esta semana que passou. Senti a pressão da minha próxima viagem a chegar sem ter as fotos da anterior arranjadas (Vou de carro para Marrocos com 3 amigos dentro de 15 dias). O blog não é o melhor sitio para colocar fotos por isso resolvi colocar no Picasa.

O endereço é o seguinte: http://picasaweb.google.pt/noyoudont

Aconselho a escolherem uma secção, e usarem o slide show, já que conseguem ver a foto em ecrã inteiro (de preferência vejam em full screen – f11) e com melhor qualidade que em tamanho pequeno. Também têm a opção de descarregar os álbuns para o computador (cada foto ocupa cerca de 400kbs, por isso os álbuns não são muito grandes)..

Se gostarem de algumas em particular, qualquer comentário seria bom🙂

As fotos têm alguns comentários mas obviamente não são suficientes. Tenciono durante esta semana ou a próxima, com a ajuda do meu diário de viagem, escrever um grande post a descrever mais pormenores da minha viagem.

E quero também colocar alguns posts sobre a minha próxima viagem, antes de a fazer. Espero que gostem🙂

Permalink 2 comentários

Voltei!

Fevereiro 17, 2008 at 10:40 pm (Uncategorized)

Só para dizer que ainda estou vivo🙂 cheguei hoje de Berlin. Felizmente toda a viagem foi fantástica e correu de acordo com o planeado… agora vou dormir e esta semana trabalho mas vou tentar, ao longo desta semana, colocar aqui um resumo e fotos de cada cidade…

Permalink 2 comentários

Atenas

Janeiro 26, 2008 at 7:05 pm (Uncategorized)

Cidade em geral feia cheia de carros e poluida, com uma vida nocturna bastante activa, mercados de rua espectaculares e uma baixa engracada. Mas acima de tudo, os sitios historicos e arquelogicos. Estar por baixo da Acropole ou sentar/me nas bancadas dos teatros gregos, fez/me sentir completamente arrepiado a pensar em todas as cenas que vemos retratadas nos filmes ou aprendemos na escola.










Permalink 3 comentários

Ready Set Go

Janeiro 25, 2008 at 2:25 pm (Uncategorized)

Já estou em Barcelona, daqui a poucas horas tenho avião para Atenas para começar a viagem!😀

Vou tentar escrever aqui qq coisa durante a viagem…🙂

Permalink Deixe um Comentário

Dicas para viajantes

Janeiro 17, 2008 at 3:26 am (Uncategorized)

Através das estatísticas do Blog, e análise das pesquisas do google que muitas pessoas têm feito antes de entrar pela primeira vez neste site, decidi escrever algumas dicas para quem planeia viajar pelo médio oriente, resultado de várias dezenas de horas de investigação, para tentar que quem passar pela mesma situação que eu (e já recebi mensagens de duas pessoas que irão fazer viagens semelhantes – já agora, José Figueiredo, gostava de falar contigo sobre a tua viagem, talvez nos cruzemos, não tenho forma de te contactar, manda-me e-mail para noyoudont@gmail.com- ) ) não tenha de perder tanto tempo à procura de informação:

 Segurança – A maior parte dos países do médio oriente, têm índices de roubos e criminalidade inferior aos standards europeus (O Cairo, como qualquer cidade gigante, possui alguns pickpockets no meio das confusões, mas algum bom senso trás segurança). Em relação a atentados, a probabilidade de sermos vítimas de atentados é superior à existente na Europa, mas por outro lado, continua a ser uma probabilidade muito pequena, imensamente mais pequena que termos um acidente na estrada).

Excepções:
Iraq – Não é preciso explicar muito porquê, uma ida ao Iraq sem ter protecção armada, resulta numa probabilidade incrivelmente alta de serem mortos ou raptados.
Faixa de Gaza em Israel – Zona de conflito, todas as semanas há ataques e vários mortos.
Yemen- Situação parecida com a do Iraq
Norte de Àfrica, nomeadamente, Sudão e Somália – Enquanto o Sudão está numa crise humanitária terrível, com violência diária em vários pontos, a Somália, em especial a capital, Mogadishu é considerada a cidade mais sem-lei do mundo, estando sem governo há 15 anos. Uma ida a Mogadishu resultará quase certamente em morte a não ser que escoltado por tanques (não estou a exagerar, muitas fontes confirmam isto).
Mulheres a viajar sozinhas – Devem ter algum cuidado em alguns países como no Egipto, o assédio e rapto é possível…

Mergulho e Snorkeling no Mar Vermelho – Sendo que a Arábia Saudita continua a ser um país muito complicado para entrar, e os países a sul do Egipto (Sudão, etc.) e Yemen não são muito seguros, resta-nos Israel (em Eilat), Aqaba (na Jordânia) e um número enorme de sítios no Egipto para mergulhar nestas águas cheias de rica vida marinha. Em relação a Aqaba e Eilat, têm alguns pontos interessantes, mas a informação que recolhi indica que o Egipto deverá ser a escolha certa. Em teoria, quanto mais para sul se for, mais tropical é a água. No entanto, os dois pontos mais turísticos para o fazer são Hurghada e Sharm el Sheik, junto à área do Sinai. Inicialmente iria fazer uma paragem em Hurghada, mas depois vi que as pessoas que conheciam bem a zona, recomendavam a cidade de Dahab. Porquê? Porque ao contrário das outras duas, que foram convertidas num local de resorts para turistas ocidentais, sem qualquer charme egípcio, Dahab ainda possuí muito a identidade do Egipto. Para além disso, possuí imensos pontos para mergulho, tais como o Blue Hole (pesquisem no google images) que é lindo, existe uma grande tradição de backpackers irem para lá aproveitar a vida, e a diversidade marinha parece ser formidável.

Vistos:  Em relação aos países que vou visitar, apenas tirem o visto para o Egipto (25 euros), já que, para além da Turquia, é o único pais com representação diplomática em Portugal. De resto, a Turquia cede-vos o visto por 10 euros na fronteira. Os Emiratos Arabes Unidos, se viajarem de avião, e ficarem até 3 dias, cedem-vos um visto de escala de graça. A Síria é mais complicado. Podem obter o visto no consulado de Istanbul ou então, teoricamente, como não temos representação diplomática em Portugal, podemos obter na fronteira (penso que no caso de chegar ao aeroporto, será mais fácil). A Jordânia é facílimo obter o visa na fronteira. Israel não necessita.  Vou actualizar toda esta informação caso me aperceba de algum problema durante a viagem.

Fico-me por aqui. Se me quiserem fazer questões, posso tentar ajudar. Comentem este post e tentarei responder como conseguir. Um bom site para obterem informação é o www.wikitravel.com, especialmente a versão em Inglês, porque  a Portuguesa tem muito menos informação.

Permalink 1 Comentário

Next page »